Coronavírus e empreendedorismo

O coronavírus abriu muitas oportunidades para o empreendedorismo e  para novos olhares do comportamento humano

Texto: Eliana Santos, Érick  Oliveira e Jorge Alves Júnior

Empreendedores se reinventam em tempos de coronavírus

Coronavírus provoca reinvenção no empreendedorismo ( Foto: onlinepreviews.net)

PREÇO DO DESCRÉDITO NA CIÊNCIA E NA MEDICINA É ALTO

A coordenadora do Programa de Empreendedorismo da professora doutora Elóide Teresa Pavoni, fala sobre a visão  do empreendedorismo diante da pandemia. Para alguns, o vírus  é um “acelerador de futuros”, diz ela.  Para a  professora  a afirmação é verdadeira a partir do momento que se entende  a mudança que o atual cenário apresenta a todos. “Não temos como, depois  que esta situação passar, simplesmente fingir que tudo continua como antes,” garante a professora.

Ela reitera, ainda,  que  foram necessárias adaptações:  “tivemos que nos adaptar e trabalhar de novas formas, os donos de empresas tiveram que repensar seus negócios.  Assim como o coronavírus prejudicou uma série de empresas, ele também abriu oportunidades,” afirma. Apesar das dificuldades, para a professora, novos olhares sobre o comportamento humano, novas possibilidades de interação, mostram-se  eficientes.

A CONEXÃO ENTRE TECNOLOGIA, SOLIDARIEDADE E CIÊNCIA

Coronavírus  “pegou” de surpresa

Conforme Elóide, o que vem somar a essa realidade   vai ao encontro de que o ser humano só muda com muita dor e ansiedade. “Infelizmente, sempre deixamos a mudança para outro momento. Dessa forma,  tendemos a fazer as coisas sempre do mesmo jeito”. Segundo  ela, “quando nos deparamos com situações como essa, não temos alternativa, simplesmente temos que fazer e reaprender tudo”. Assim, a coordenadora, sem ser pessimista, aponta, também, a  existência de contradições nesse cenário.

Nem todas as empresas, ou pessoas, estão preparadas, emocional e estruturalmente, para mudanças e adaptações.  Portanto, acabam sofrendo muito mais as consequências e pagando um preço muito alto pela falta de preparação para o futuro. “Tanto pessoas como empresas precisam  olhar para o futuro e se preparar para as novas fases. Porém,  na prática, isso nem sempre acontece.”

TECNOLOGIA REÚNE MAIS DE 200 PESSOAS DOS CINCO CONTINENTES

“Aproveitar” o momento

Quando se trata de empreendedorismo, cada vez mais se tem desenvolvido metodologias com  o olhar para o futuro. Assim, por exemplo, são  todas as ferramentas utilizadas para a geração e desenvolvimento de Startups.  Dessa forma,  a coordenadora do Programa de Empreendedorismo da UCS,  afirma que “sempre  se deve focar o olhar para comportamentos e expectativas. É preciso pensar  o que vem à frente. Pois,  se não houver esta projeção, acaba-se  criando apenas algo mais, repetindo, sem inovação. E, assim, não se  surpreende o cliente.”

Para Elóide, isso é  aproveitar o momento.  “A ideia  está neste sentido; em poder fazer com que mais pessoas percebam o quanto este olhar para o futuro é importante”, destaca.  Contudo, segundo ela,  com essa atitude  e, com esse olhar,  é possível  auxiliar as empresas e profissionais em momentos como esse, de pandemia.

A revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, em parceria com o Sebrae, oferece dados e informações importantes para  que os empreendedores. Em  especial os pequenos, podem, por meio delas  aproveitar o momento.

SOLIDARIEDADE CRESCE EM CAXIAS DO SUL E REGIÃO 

 

Leia mais:
Influência digital muda rotina gaúcha
Lives são a alternativa adotada pelo setor musical
Esporte mais popular do planeta, o futebol sofre impacto da pandemia
Os 30 anos do super Nintendo fazem lembrar o Rei dos 16-Bits
Odisseia no espaço: telescópio Hubble completa 30 anos de lançamento

Leia também:
Mundo Pós- Covid 19
Empreendedoras de economia

Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *