Conexão entre tecnologia, solidariedade e ciência, em tempos de pandemia

Nesse tempo de pandemia, as dificuldades aumentam para os mais necessitados, e a solidariedade se torna essencial

Texto: Eliana Santos, Érick Oliveira, Jorge Alves Júnior

Ciência, tecnologia, solidariedade, foto - Internet

(Foto: Datalere.com)

TECNOLOGIA REÚNE MAIS DE 200 PESSOAS DE CINCO CONTINENTES

Uma leitura dos tempos atuais

É com essa declaração, que o filósofo e professor William Monteiro, de 29 anos, inicia a sua análise sobre o momento atual em que a sociedade está vivendo. De acordo com Monteiro, as pessoas buscaram estratégias para manter-se conectadas. Ele comenta que existe uma busca humana em estar conectado  uns aos outros. As ferramentas que utilizamos para nos comunicar já estavam disponíveis, mas não era comum utilizarmos. Existe um certo prazer no encontro, no toque, ver e ouvir o outro, há muito essa busca pelo concreto.

Essas ferramentas nos ajudaram a manter muitas atividades sociais em ação, é ocaso das escolas particulares. Monteiro ressalta que,  apesar da tecnologia por um lado procurar suprir certos problemas criados pela pandemia, por outro lado, apresentou também uma desigualdade social.


AÇÕES DE SOLIDARIEDADE EM CAXIAS DO SUL E REGIÃO 

O isolamento provocou uma pausa na vida social

Segundo Monteiro, é importante esse encontro  virtual, é algo que faz bem e de certa forma supre  a distância. Ele ressalta, ainda, que se a sociedade tivesse que lidar com o isolamento total, com certeza outras situações e outras doenças surgiriam. Em sua análise, ele reforça que esse  afastamento temporário nos faz dar mais valor ao outro, ao ser humano, mesmo que existam conflitos.

Para ele, as ferramentas são utilizadas para os encontros, mas servem como veículos potencializadores do desejo “real” de estarmos juntos. Monteiro acredita que quando tudo isso passar, vai gerar um aumento dos encontros presenciais.

De acordo com o filósofo, um outro ponto positivo que se percebe em meio à pandemia, é a relação que a sociedade passou a ter com o tempo. Estamos o tempo todo em busca dos nossos objetivos e todas essas atividades estão diretamente relacionadas com o relógio.Dessa forma, não conseguimos nos dar conta do que está acontecendo ao nosso redor. O isolamento fez com que fizéssemos uma pausa e com ela uma reflexão e visão sobre o outro, que talvez sem essa “condição” não teríamos, realizado.

EMPREENDEDORISMO E CORONAVÍRUS

O vírus nos mobilizou enquanto espécie

Conforme Monteiro a sociedade, passou a se articular de forma melhor através das redes sociais. Isso no no que diz respeito à solidariedade. Pois,  com a tecnologia é possível ter acesso a dados e informações sobre pessoas que estão em condição de fragilidade e isso gerou muitas ações positivas.

O filósofo relata que o vírus veio para nos mostrar, que nós significamos algo bom a partir de algo ruim. E, segundo ele isso nos mobilizou enquanto espécie, para termos um outro olhar acerca de como nos relacionamos com a realidade.

PREÇO DO DESCRÉDITO NA CIÊNCIA E NA MEDICINA É GRANDE

Leia mais:
Influência digital muda rotina gaúcha
Lives são a alternativa adotada pelo setor musical
Esporte mais popular do planeta, o futebol sofre impacto da pandemia
Os 30 anos do super Nintendo fazem lembrar o Rei dos 16-Bits
Odisseia no espaço: telescópio Hubble completa 30 anos de lançamento

Leia Também:
Ciência e tecnologia
A evolução das redes sociais e seus impactos

Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *