10 situações para paquerar na UCS | Frispilist #02

Na última Frispilist você conheceu os 12 lugares para ficar “de boas” na UCS, certo? Agora o papo é outro, muito mais envolvente, sedutor e “caliente”, pois você – com certeza – já se viu em alguma dessas 10 situações para paquerar aqui na UCS!

Antes de tudo, reitero que o termo paquerar é compreendido como qualquer relação interpessoal que inclua algum dos seguintes requisitos: a) olhar, b) conversar, c) abraçar, d) beijar e, por fim, e) o que a criatividade de ambos sugerir. Explicação que talvez tenha confundido ao invés do contrário, mas a realidade é que cada pessoa sabe o que é paquerar, azarar, xavecar, trovar e etc.

Paquerar é algo que vai desde aquela conversinha mole de corredor e, atualmente, aquela conversa despretenciosa (aham, sei) no whats até o primeiro beijo, depois disso cada um sabe de si e o Google de todos (piada mais ruim do mundo, admito). O que todos nós sabemos é que não vale ser escroto na arte de paquerar, pois respeito nunca é demais!  

Grande parte dos leitores há de concordar comigo que a Universidade é o paraíso dos solteiros e, até mesmo, dos comprometidos (se você já traiu, aposto que riu). Mesmo que o período da graduação não seja aquela loucura que os diretores de American Pie nos venderam, estamos em um local com um grande aglomerado de pessoas com um grande número de interesses em comum. (Estamos no paraíso, amigxs!)

A busca por conhecimento e experiência não se restringe ao campo acadêmico e os flertes (palavrinha do tempo da minha vó, hein?), as horas de Tinder (a gente sabe que você usa) e Spotted: UCS são originadas aqui, na Universidade. Sem mais enrolação e explicações, vamos ao que interessa: 

 

1 – Trotes dos DA’s

10

Ah que coisa linda, o início da vida acadêmica. Tudo é maravilhoso, todas pessoas são interessantes, você só quer se relacionar com os outros, aproveite essa chance para “chegar chegando”! Nos trotes temos veteranos e bixos em pura sinergia (tá, na real não é tão romântico assim) e não pense muito, pois é no trote que as pessoas são elas mesmas: veteranos sedentos por gente nova no pedaço e bixos pintados sedentos por curtição (só disse verdades).

 

2 – Trabalhos em grupo

01-2

Mesmo sendo uma ocasião de amor/ódio entre os estudantes (eu curto), os trabalhos em grupo são situações em que você pode conhecer melhor a pessoa como, por exemplo, saber se ela é responsável ou folgada, se tem senso de humor e etc., ou seja, trabalho em grupo é uma pré-paquera (para os mais assanhados, já tá valendo o xaveco).

 

3 – Apresentações de trabalho

02-2

Dando sequência a paquera acadêmica, um dos momentos mais temidos na vida de qualquer aluno: apresentação de trabalhos. Vire o jogo, caro leitor(a). Mostre para aquela pessoa que você é confiante, seguro do que diz, é inteligente, sensual… Acho melhor parar por aqui, tô me animando! (deixa o whats nos comentários ;))

 

4 – Intervalo

03-2

Sem dúvida nenhuma, o intervalo é um momento de êxtase, logo outra baita ocasião para se lançar de peito aberto ao universo da conquista. É nesse momento que todos se sentem livres e dispostos a aproveitar cada segundo (Profs., amamos as suas aulas, but it’s true), então não se acanhe, dê aquela olhada marota e boa sorte!

 

5 – Filas

07

As intermináveis filas do xerox, as filas para carregar as passagens do cartão, as filas na hora de pagar a conta no bar, enfim, em vez de ficar reclamando do tamanho da fila, puxe um papo com aquela pessoa a sua frente, nem que seja para reclamar da fila! Com um bom papo, a entediante fila pode ser o começo do seu novo amor (chorei de emoção agora).

 

6 – Corredores

 

04-2

Num primeiro momento, falar em corredor pode até não soar como uma situação, porém um corredor só tem sentido quando existem pessoas transitando por ele, ou seja, situação. Admita, você já teve ao menos uma paixão de corredor. Aquela troca de olhares intensa e todo aquele clima de sedução são pequenos momentos de um fluxo contínuo de amor. (Nossa, apaixonei com essa!).

 

7 – Almoço/jantar: RU e etc.

09

Aquele encontro despretensioso no RU já dá galho pra puxar um papo ou você pode usar essa situação como um convite. Almoço e jantar são situações clássicas para proferir palavras que seduzem, olhares que devoram, risos que beijam (WTF?). Resumindo, almoço e jantar são muito “love is in the air…”.

 

8 – Eventos: palestras, workshops e etc.

05

Ocasiões como estas são pouco exploradas, admitam caros UCSsinianos. Mas deixo aqui o desafio, para que na próxima oportunidade vocês não fiquem reclamando de ter que esperar até as 22h pra assinar a chamada e, sim, desfrutar deste tempo para adquirir conhecimento e conhecer as pessoas. Nas palestras, sente perto da pessoa desejada e desenrole um papo sobre como as cadeiras do UCS Teatro têm um vermelho atraente que lembrar amor e por aí vai…

 

9 – Parada de ônibus

08

Essa é outra daquelas situações clichês, mas que todo mundo adora. A parada de ônibus é uma analogia perfeita do mundo do amor: pessoas indo em alguma direção e, por surpresa do destino (ou itinerário em comum), tem seus caminhos cruzados com os de uma pessoa estranha que vira sua vida de cabeça para baixo e te faz entender que o amor é imprevisível (e, por muitas vezes, uma droga, pois você acabou de perder o seu ônibus enquanto seduzia. It’s real life).

 

10 – Saídas a campo: congressos, visitas e etc.

06

Não por acaso, este item é o último da lista por o seu ponto de partida ser na UCS, mas a paquera acontecer fora dela. Sair e conhecer outros lugares é um programa interessante para um primeiro (ou segundo) contato. Já no “buzão”, a paquera começa e daí – se tudo der certo – vai terminar muito além do passeio.

Depois dessas dicas, não tem como reclamar que a vida amorosa anda mal, né? Então, se liga que daqui duas semanas tem mais Frispilist pra você! Beijo e me liga! (Bah, essa foi péssima). 

 

Texto: Estevan Daneluz
Imagens: Juan Ramirez (fotografia e edição)

Compartilhe nas suas redes sociais!

2 Comments

  1. hahaha que legal.. gostei muito do post, parabéns pelo trabalho, vcs são ótimos haha

    • Frispit disse:

      E aí, Eduardo! Tudo bem? Obrigado, ficamos felizes que você curtiu! Continue acompanhando que na próxima terça-feira tem mais uma #frispilist 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *